contato@palinialves.com.br 55 (19) 3661.9600
MenuClose
NOTÍCIAS / RELEASES

MEGAESTRUTURA DE GRANELIZAÇÃO DE CAFÉ COM CAPACIDADE PARA 270 MIL SACAS NO COMPLEXO JAPY DA COOXUPÉ

voltar08.05.2019

A Palinialves concluiu a entrega de uma megaestrutura de granelização de café para a Cooxupé, a maior cooperativa de cafeicultores do mundo. Os números do projeto impressionam: são 180 silos metálicos que, juntos, podem armazenar o equivalente a 270 mil sacas de 60 quilos de café beneficiado. O projeto, a construção e a instalação dos 180 silos ficaram à cargo da equipe Palinialves. Eles representam o estado da arte em qualidade e tecnologia de armazenamento de grãos.

 

A nova estrutura foi erguida no Complexo Industrial Japy, em Guaxupé-MG, local onde a Cooxupé concentra a maior parte da sua capacidade de armazenamento e beneficiamento. Inaugurado em 2012, o complexo também abriga a torrefação da cooperativa. Cada silo possui 72 metros de comprimento, 40 de largura e 12 de altura, ocupando 2.880 m² de área. A capacidade de armazenamento individual é de 1.500 sacas. O conjunto de 180 silos é todo coligado.

Segundo o Diretor Comercial da Palinialves, Carlos Henrique Palini, a empresa utilizou o mais alto nível de qualidade no projeto: “a concepção e construção de uma estrutura dessa magnitude exige muita experiência, qualidade e tecnologia, atributos que a Palinialves se orgulha de ter desenvolvido ao longo de 40 anos no mercado.” Para Tales Silva Costa, Engenheiro de Produção responsável pela área de Armazém e Operações de Guaxupé, da Cooxupé, a ampliação do Japy é estratégica para o crescimento da cooperativa e a melhoria dos serviços oferecidos.
 

Qualidade, durabilidade e segurança

Qualidade de ponta. Os silos Palinialves são confeccionados em materiais metálicos de primeira linha. Eles contam com estrutura reforçada, dimensionamento resistente e coberturas reforçadas e travadas internamente, o que garante total mobilidade através da sua parte superior. Com isso, o acesso dos trabalhadores ocorre de maneira segura e eficiente.
As portas de inspeção dos silos estão localizadas estrategicamente nas partes inferior (cone) e superior (cobertura), com portas e tampas que garantem a operação segura do equipamento. “Umas das nossas maiores preocupações foi oferecer estruturas que sejam altamente resistentes, práticas e, sobretudo, seguras para os colaboradores”, explicou Carlos Henrique.
 

Logística eficiente

Os silos são abastecidos na parte superior por um sistema de transporte por correias inclinadas composto por cinco transportadores de roletes metálicos inclinados, com estrutura robusta e acionadas por sistema automático.

A movimentação entre os silos é feita através de tripper motorizado, possibilitando uma descarga localizada, precisa e automática, através do controle dos registros de saída do transportador com sistema de acionamento automático por pistões pneumáticos.

Na parte inferior, os silos possuem bocas de saída com registros controlados por acionamento pneumático e automático, que descarregam o café em dez transportadores de roletes metálicos inclinados, devidamente posicionados sobre cavaletes reforçados e com fechamento das partes móveis em toda a sua extensão.

De acordo com Tales Silva Costa, a agilidade e a eficiência na logística de recebimento e armazenamento de café estão entre as prioridades da Cooxupé. “Movimentamos milhões de sacas todos os anos. Contar com estruturas que agilizam os nossos processos gera uma grande redução de custos, o que proporciona benefícios para todos os nossos cooperados e clientes.”