contato@palinialves.com.br 55 (19) 3661.9600
MenuClose
NOTÍCIAS / RELEASES

NOVA SAFRA BRASILEIRA DE CAFÉ IMPÕE GRANDES DESAFIOS PARA O CAFEICULTOR: IMPORTÂNCIA DE ESCOLHAS INTELIGENTES NO PÓS-COLHEITA

voltar11.02.2020

A CONAB divulgou sua primeira estimativa de safra para o café em 2020, que deve ocorrer num intervalo de 57,2 milhões a 62,02 milhões de sacas, entre café arábica e conilon em todo o Brasil. Sob efeito da bienalidade positiva no café arábica, espera-se uma safra de grandes desafios na colheita e pós-colheita para o produtor, com boas expectativas em quantidade e qualidade para os cafés.

 

De acordo com os dados da CONAB, a área destinada a produção de café é de 1.885,5 mil hectares e apresenta crescimento de 4%. O volume a ser produzido terá um aumento entre 15,9% e 25,8% em relação à 2019.

Por outro lado, uma safra desta magnitude traz consigo desafios no pós-colheita. O primeiro deles é a quantidade de café a ser colhida e que precisa ser beneficiada, seja por via úmida, seja na secagem natural ou com uso de secadores rotativos, o produtor deve se atentar para trabalhar com velocidade sem prejudicar a qualidade dos grãos. Outro grande desafio é o tempo, chuvas no pós-colheita e o excesso de umidade nos terreiros provocam fermentações indesejadas que comprometem a qualidade.

Por esta razão, os cafeicultores precisam considerar soluções tecnológicas no pós-colheita, que permitam a agilidade necessária para o manejo da safra, mantendo a qualidade dos cafés produzidos. Uma destas soluções é o despolpamento do café, que reduz o volume de secagem, economizando espaço no terreiro e aumentando a velocidade da seca. Neste caso específico, a melhor solução do mercado é o Despolpador EcoZero da Palinialves, o único que realmente não utiliza água no despolpamento do café. Sucesso de vendas, ele estará presente na FEMAGRI 2020 para apresentação aos cafeicultores.

Outra escolha inteligente para a safra 2020 é o investimento em soluções para a secagem do café. Na Palinialves, as soluções incluem os melhores Secadores Rotativos do mercado e os Secadores Estáticos, com qualidade comprovada pela Fundação de Desenvolvimento do Cerrado Mineiro (FUNDACCER).

 

Dentre os diferenciais oferecidos pela Palinialves estão as novas tecnologias para melhorar a qualidade e o controle da secagem em Secadores Rotativos e Estáticos. Durante a FEMAGRI de 2019 a Palinialves lançou de forma exclusiva o “Controlador Eletrônico de Temperatura para secadores de café” que permite o controle mínimo e máximo da temperatura da massa de café em processo de secagem, e também a temperatura da entrada de ar, garantindo segurança e confiabilidade para o operador.